Deus nos ensina o valor da verdade

Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é do maligno.

Mateus 5:37

Alguma vez, você mentiu e ainda culpou alguém quando foi realmente culpa sua? Como você se sentiu? Você acabou contando a verdade e pediu desculpas?

Você disse, alguma vez, que faria algo e não o fez? Bem, isto também significa mentir, porque você não cumpriu a sua promessa.

Na história que vamos te contar, você vai saber como Mig reagiu após ter sido culpado por algo que ele não tinha feito e se saiu muito bem no final. Continue aqui!

Pedrinho se arrependeu da mentira e ganhou a confiança da sua família

Referência bíblica: Mateus 5:37

As férias haviam chegado e Mig brincava na sala de estar da casa de Pedrinho, enquanto, na cozinha, os pais dele preparavam um delicioso lanche.

Os pais de Pedrinho haviam dado uma orientação de que eles poderiam brincar do que quisessem, menos de joguinhos no celular ou videogame. Com isso, o jeito foi os meninos inventarem outra forma de brincar.

Não queriam os brinquedos que estavam no quarto e, então, tiveram a ideia de fazer aviõezinhos de papel, que haviam aprendido a fazer na escola.

Com todo cuidado e jeitinho, fizeram praticamente uma frota de aviões de papel. Agora, sim, estavam prontos para brincar.

Enquanto um jogava o avião para cá e o outro para lá, Mig começou a discutir com Pedrinho.

— Você está jogando os seus aviões para cima dos meus, amassando tudo. Nem estão voando mais. – reclamou Mig.

Após esta reclamação, Pedrinho ficou irritado e deu um empurrão em Mig que, por sua vez, esbarrou numa estante que tinha um vaso de porcelana que a mãe de Pedrinho amava.

O vaso começou a rodopiar, enquanto os dois, com as mãos sobre a cabeça, olhavam fixamente para aquela cena.

— Meu Jesus Cristinho! Se quebrarmos o vaso da minha mãe, estamos fritos! – Disse Pedrinho.

— Não cai, vaso, não cai, por favor. – Falava Mig já nervoso.

Por um instante, pareceu que o vaso ia parar em pé, mas…boom! Ele caiu e se espatifou no chão. Mig e Pedrinho se olharam e não podiam acreditar no que tinha acontecido.

— Vou ficar de castigo para sempre! – Exclamou Pedrinho.

— Pois é, tudo porque você me empurrou! – Respondeu Mig defendendo-se.

Neste momento, os pais de Pedrinho entraram na sala, levados pelo barulho que ouviram e perguntaram o que havia acontecido.

Os amigos olharam um para o outro e ficaram em silêncio por um tempo, até que Pedrinho, com medo de sua mãe, disse que ele não tinha culpa de nada e que Mig tinha esbarrado no vaso.

Mig, muito triste e decepcionado com seu amigo, respondeu:

— Outro dia, eu na bíblia o seguinte:
“Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; porque o que passa disto é do maligno”.

E, assim, Mig continuou dizendo que aprendeu sempre a falar a verdade, porque isso agradava a Deus e atraía a confiança das pessoas. E que contar mentiras não é nem um pouco legal.

Dito isso, Pedrinho abaixou a cabeça, porque se sentiu envergonhado por aquela palavra, já que tinha agido errado duas vezes. Uma quando empurrou Mig, e outra quando disse que não tinha culpa no vaso quebrado.

Pedrinho se arrependeu – que atitude linda – e pediu desculpas ao amigo por tê-lo empurrado. Logo em seguida, voltou para sua mãe e contou tudo que tinha acontecido.

— Você tem toda razão, Mig, eu dei muito mole. E, para completar, esconder a verdade da minha mãe é uma forma de mentir, né? Não posso mais fazer isso, mesmo que ela me deixe de castigo pelo que eu fiz.

A mãe de Pedrinho perdoou a mentira do filho, mas o proibiu de brincar na sala por um bom tempo. Mas, isso não foi um problema porque Pedrinho entendeu que, se amava a Deus e respeitava sua mãe, deveria sempre falar a verdade.

O que você aprendeu com a história de Mig e Pedrinho?

Com esta história, aprendemos o quanto é importante dizermos a verdade um ao outro. Primeiro, porque Deus não se agrada com a mentira; segundo, porque, se continuarmos mentindo, as pessoas não vão acreditar mais em nós e levará muito tempo para que confiem novamente.

Faça um teste: quando você diz a verdade para seus pais e seus amigos, isso faz você se sentir bem por dentro e sua família e amigos saberão que podem acreditar no que você diz.

Sempre será melhor se dissermos a verdade, mesmo se tivermos que ser punidos por algo que erramos.

Vamos orar?

Jesus, eu quero sempre falar a verdade, mesmo que eu tenha medo de tomar uma bronca. Você é o Deus da verdade, e eu quero seguir o teu exemplo sempre.

_____________________________________ 

Este devocional é uma das ações do ministério infantil da Academia da Fé

Texto: Ana Paula Meneguci – Ilustração: Jociane Cavalli @jocianecavalli.art

Este post tem um comentário

  1. Como sempre...ótimo edificante

    Eu também tenho esse problema no meu caso de mentir

Deixe um comentário