Mansos como Jesus

E aprendei de mim que sou manso e humilde de coração…

Mateus 11:29a

Sabe aquelas horas que parece que a calma do seu amiguinho ficou trancada numa mala dentro de casa e ele não está nem um pouco a fim de papo? 

Quando isso acontece, se a gente deixar, podemos ficar tão irritados que logo queremos revidar com grosserias, não é? Mas, calma aí, não precisa ser assim! Que tal sermos mansos com nossos amigos? 

Na história de hoje, vamos ver como Bia conseguiu manter a calma com sua amiga e ainda ensinar uma linda lição a ela. 

Duda aprendeu com Bia como responder com mansidão

Referência bíblica: João 18

Era uma tarde de sábado, quando Duda e Bia estavam reunidas num passeio bem bacana que seus pais haviam organizado. Elas foram para um sítio com muito espaço para correrem e brincarem e, assim, a diversão estava garantida.

Entre uma brincadeira aqui e outra ali, Duda decidiu começar a andar de bicicleta. Estava tudo indo bem, até que Duda decidiu acelerar e acabou esbarrando em Bia, que estava de costas para ela.

Bia caiu rolando pela grama do sítio e, logo, todos os adultos correram para ver se ela havia se machucado.

Duda, em vez de ajudar a amiga a se levantar, disse com a voz aborrecida:

— Você precisa prestar mais atenção, Bia. Não viu que eu estava andando de bicicleta? 

Neste instante, mesmo com um pouco de vergonha por ter caído na frente de todos, Bia se levantou e, com muita calma, deu a seguinte resposta:

— Você que me atropelou. Ainda por cima, não me ajudou a levantar e me acusou de ter feito algo errado. Você não foi legal comigo, Duda, mas eu te perdoo mesmo assim.

Ao terminar de falar, Bia voltou a brincar pela grama como se nada tivesse acontecido. Todos em volta, principalmente os adultos, ficaram surpresos com o comportamento de Bia.

Mesmo sendo muito pequena, ela agiu com sabedoria e não ficou irritada com o que tinha acontecido. Pelo contrário, ela mostrou a todos o que é agir com mansidão.

Duda não esperava que a sua amiga reagisse assim. Isso fez com que ela parasse e pensasse melhor sobre como havia se comportado de forma grosseira com a sua amiga.

Depois de pensar sobre o que aconteceu, ela decidiu pedir desculpas à Bia e perguntou com quem a sua amiga tinha aprendido a ter calma, mesmo nos momentos em que coisas que não são tão legais acontecem.

— Aprendi com Jesus! – respondeu Bia.

Bia, então, começou a contar para Duda uma história da bíblia que sua mãe havia lido para ela, escrita lá no livro de João, capítulo 18. Nesta passagem bíblica, Jesus dá uma linda lição de mansidão e confiança em Deus.

A bíblia conta que, quando Jesus estava prestes a ser preso, um de seus seguidores, chamado Pedro, ficou muito nervoso e quis de qualquer jeito impedir que levassem Jesus. Para isso, ele acabou sendo violento com um dos homens que estava lá para prender Jesus. Pedro pegou sua espada e feriu a orelha desse homem!

Mas Jesus, mesmo tendo toda razão para querer o mal de quem o queria prendê-lo, não concordou com a atitude de Pedro e chamou a sua atenção. Jesus curou a orelha do homem e disse a Pedro que não machucasse mais ninguém.

Jesus deu tipo um “deixa disso” em Pedro.

— Uauuu! Bia, Jesus foi perfeito e teve muita calma. Além disso, ele soube fazer o que era certo! – falou Duda.

— Isso aí. Jesus nos ensina a sempre fazermos aquilo que é certo e, por isso, eu consegui ter calma para não ser grosseira com você. Ao mesmo tempo, eu te mostrei que o que  você fez não foi legal – respondeu Bia.

— Eu entendi agora, Bia. Quando somos mansos, como Jesus nos ensinou, não quer dizer que temos que concordar e aguentar caladas tudo que acontece. A gente também pode se defender e defender os outros, sempre com respeito e mansidão. Inclusive, se percebermos que estamos em perigo, podemos até falar alto e pedir ajuda se for preciso, não é mesmo?

Duda continuou:

— Que lição importante você me deu, amiga! Antes, eu achava que uma pessoa mansa teria que dizer sim e se desculpar por tudo, mas, hoje, aprendi que ser manso é diferente. Nós precisamos tratar as pessoas bem, mas também devemos dizer “não” e nos defender quando algo está errado.

O que você aprendeu com a história de Duda e Bia?

Você aprendeu que ser manso não é só tratar as pessoas com muita doçura, é mais que isso. Na verdade, ser manso é quando nós não deixamos a raiva e outros sentimentos ruins tomarem espaço dentro de nós, mudando o nosso jeitinho de ser e as nossas atitudes. 

Jesus foi manso quando não deixou Pedro ferir o soldado. Jesus controlou qualquer sentimento ruim que pudesse ter naquela hora e teve uma atitude diferente dos outros. Por isso, ser manso não significa ser fraco! 

Sabe de uma coisa? A mansidão amolece o coração das pessoas e as aproxima de Deus e de nós mesmos. Veja o exemplo de Bia: quando ela agiu de forma calma, ela mostrou que é guiada e dirigida por Jesus a todo tempo, e isso tocou o coração de sua amiga. 

Vamos orar?

Meu querido Jesus, assim como o Senhor é manso, me ajude a agir com mansidão em todo tempo. Ensina-me a fazer e falar somente aquilo que te agrada. Amém.

_____________________________________ 

Este devocional é uma das ações do ministério infantil da Academia da Fé

Texto: Ana Paula Meneguci – Ilustração: Jociane Cavalli @jocianecavalli.art

Deixe um comentário