Jesus nos ensina a ser pacientes

Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus.

Tiago 1:9

Você sabe o que é ter paciência? Já aconteceu de você ter ficado irritado quando seus pais te chamaram para escovar os dentes e você já estava deitado quase dormindo? Xiiii…será que você teve paciência nessa hora?

E já ficou com raiva quando queria muito brincar e seus pais te lembraram que era hora de dormir? Na história a seguir, vamos conhecer como Duda conseguiu ter a paciência necessária mesmo quando a situação a deixava nervosa. 

Duda aprendeu a controlar a irritação e ser paciente com a sua amiga

Referência bíblica: Romanos 12:12

Certo dia, Duda estava cansada depois de uma manhã inteira na escola. Tudo o que ela queria era sentar e descansar quando, de repente, lembrou que prometeu que ajudaria sua amiga Bia a fazer um trabalho de escola sobre o sistema solar. 

O trabalho envolveria muitas atividades de montagem e colagem dos planetas e Bia não conseguiria fazer sozinha. Então, mesmo Duda estando com muita vontade de ficar em casa e sentindo muito sono, ainda assim, ela foi à casa de Bia conforme tinha prometido.

Duda já chegou na casa de sua amiga com muita pressa, pedindo papel, tesoura, cola, moldes e tudo que precisava para fazer o trabalho da escola. 

Bia, por sua vez, estava toda empolgada com a ideia de fazer o trabalho com a sua amiga, e logo correu para buscar tudo que havia sido pedido.

Assim, as duas iniciaram os desenhos, os recortes, as pinturas e as colagens. 

No entanto, Duda estava um pouco irritada e sem muita paciência com a sua amiga. 

Certa hora, Bia não deu ouvidos ao aviso de Duda e mexeu nos planetas antes que a cola secasse, fazendo com que todos eles desmontassem. Todo o trabalho que elas tinham feito foi por água abaixo!

— Poxa, Bia, eu pedi para que você esperasse a cola secar… e agora? Vamos ter que fazer tudo de novo! – disse Duda, chateada.

— Desculpe, eu não consegui esperar, queria ver o trabalho pronto. – respondeu Bia.

Neste momento, Duda perdeu a paciência de vez e começou a reclamar. Ela chegou a bufar de raiva – aquele movimento de soprar com os lábios quando você está irritado – e pensou em como alguém não poderia atender a um único pedido de esperar a cola secar?

Bia ficou bem triste com a bronca de sua amiga e falou:

— Acho que você não está sendo paciente comigo. Eu sei que não sou boa nessas coisas de colagens, mas achei que você fosse ficar feliz em me ajudar. Pelo visto, não ficou.

Duda, mesmo vendo que sua amiga estava chateada, continuou irritada e resmungando em pensamento.

Mas, passados alguns minutos, ela se sentiu incomodada com sua atitude e, rapidamente, lembrou de uma passagem bíblica que sua mãe já havia lido para ela muitas vezes. Essa passagem dizia que devemos ser pacientes na tribulação (Romanos 12:12). 

E, assim, falou em voz alta esta passagem para Bia: 

— “Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação e perseverem na oração.”

— Tribulação? Mas o que é isso? — perguntou Bia.

— São momentos difíceis, quando acontecem coisas que nos deixam chateados ou preocupados. No seu caso, foi não conseguir esperar a cola secar e, no meu, foi de não ter paciência com você. — respondeu Duda.

Nessa hora, Duda percebeu que não foi legal com a amiga e, sentindo-se envergonhada, decidiu pedir perdão.

— Consegue me perdoar? Eu não fui paciente com você, não é? Estou bastante cansada hoje e acabei me irritando sem necessidade. Eu sei que esse trabalho é difícil… ainda mais para quem nunca fez.

— Tudo bem! Eu te perdoo! Eu também errei em não esperar como você me pediu. Aliás, você quer continuar a fazer o trabalho outro dia? Ainda tenho tempo para entregar na escola. — perguntou Bia.

— Não, eu tenho outra ideia: vamos obedecer à palavra de Deus e sermos mais pacientes. Que tal começarmos tudo de novo? Tenho certeza que vai dar certo.

As duas, então, voltaram a fazer o trabalho e, agora, com mais disposição e alegria! O resultado foi um lindo trabalho escolar pronto para ser entregue.

Viu só como é bem melhor fazermos tudo com calma e paciência? As duas voltaram a se entender e, dessa vez, o trabalho ficou bem mais alegre e divertido. A palavra de Deus tem, sempre, a melhor resposta para tudo!

O que você aprendeu com a história de Duda e Bia?

Alguns dias podemos acabar perdendo a paciência com nossos amigos e família e, às vezes, até com a gente mesmo. Por isso, é importante fazer o que Duda fez: lembrar do que a palavra de Deus nos ensina sobre paciência.

Por mais que algumas situações sejam difíceis para nós, quando fazemos o que a palavra de Deus nos diz, podemos nos tornar cada vez mais parecidos com Jesus. Assim como ele, nós também devemos estar sempre dispostos a servir de forma amorosa e paciente a todos que estão por perto.

Vamos orar?

Espírito Santo, meu amigo, me ajude a ter mais paciência. Eu sei que, assim, vou mostrar amor pelas pessoas que estão perto de mim e alegrar teu coração. Em nome de Jesus, amém.

_____________________________________ 

Este devocional é uma das ações do ministério infantil da Academia da Fé

Texto: Ana Paula Meneguci – Ilustração: Jociane Cavalli @jocianecavalli.art

Deixe um comentário