Deus criou o dia de hoje para você. Alegre-se com isso!

Este dia foi especialmente preparado pelo Senhor; vamos nos alegrar, vamos festejar por causa dele.

Salmos 118:24

Quando pensamos em alguma coisa que Deus fez, logo nos vem à cabeça algo especial e perfeito. 

Muitas pessoas, quando imaginam o dia que Deus criou, logo idealizam um lindo sol num céu azulzinho se divertindo com os amigos na piscina, andando de bicicleta num parque com a família ou indo até lá no alto no balanço da pracinha.

Ah, isso tudo é bom demais, não é mesmo? Todas essas coisas são muito legais, mas, na verdade, não é pelo fato das coisas acontecerem conforme desejamos é que devemos nos alegrar.

Na história de hoje, vamos aprender como Duda encorajou Bia a começar o seu dia da melhor maneira: se alegrando no dia que Deus preparou!

Duda e Bia decidiram se alegrar e viveram uma experiência incrível!

Referência bíblica: Salmos 118:24

Após três semanas de dias ensolarados planejando com seus pais o passeio que fariam no feriado, finalmente havia chegado o grande dia, mas…

Cabrum! Cabrum!

— Que barulheira é essa?  

Bia acordou assustada com o estrondo do trovão e, para sua surpresa, o que seria um lindo dia à beira da lagoa, com direito a piquenique, brincadeiras e tudo mais, se tornou um chororô. Justo Bia, uma menina tão alto astral e aventureira, não parava de choramingar. 

Ela estava triste num cantinho em seu quarto quando se lembrou de telefonar para  sua amiga Duda avisando que não poderiam mais fazer o passeio.

— Oi, Duda, Bom dia! — Disse Bia com um tom de voz seco. — Você viu que está caindo a maior chuva lá fora hoje? Infelizmente, não poderemos fazer o nosso piquenique. Como pode acontecer isso justo hoje? Lá se foi o meu dia perfeito….

— Oi, Bia, bom dia! No início, eu também tinha ficado chateada, afinal, aguardamos muito por este dia chegar, mas me lembrei de uma música que a minha mãe me ensinou a cantar todos os dias assim que acordo e, agora, estou muito bem! Vou cantar para você:

“Bom dia, Deus! Bom dia, Jesus! Bom dia, Espírito Santo!

Eu me alegro nesse dia. Este é o dia que Deus fez!

Este é o melhor dia da minha vida, Amém!” 

Ainda decepcionada, Bia disse:

— Duda, acho que você não entendeu. O que a chuva ter estragado o nosso dia tem a ver com essa música?

— Bia, em primeiro lugar, a chuva não estragou o nosso dia. Apenas não poderemos fazer mais o piquenique. E, se você prestar atenção na letra, vai ver que tem tudo a ver com a situação. 

Esta canção, na verdade, é um louvor inspirado num salmo da Bíblia, que nos ensina que devemos nos alegrar a cada novo dia, já que foi o nosso Paizinho amado quem o fez. 

Não importa a situação, devemos, já de manhã cedo nos alegrar, festejar e declarar com fé que será um dia maravilhoso! Isso deixa tudo muito melhor!

Pode estar chovendo e fazendo frio, ou sol e muito calor; podemos ter que levantar cedo ou não ter hora para acordar, isso não muda a alegria e a gratidão que devemos ter no nosso coração.

Duda, então, incentivou a Bia a parar de reclamar e a experimentar dar um alegre bom dia para Deus, Jesus e o Espírito Santo.

Assim, as duas cantaram, repetindo a música várias vezes, até que Bia começou a sentir uma imensa paz no seu coração. Era o próprio Espírito Santo trabalhando.

Se a lição de hoje terminasse aqui com essa paz, já estaria bom demais, não é mesmo? Mas Deus pode fazer infinitamente mais do que pedimos ou imaginamos e já tinha reservado uma bela surpresa para as meninas.

Foi, então, que Duda continuou a conversa:

— Bia, ainda tenho mais uma coisa para te contar: quando o meu pai viu que o dia amanheceu chuvoso, ele foi até o meu quarto e me avisou com carinho que não poderíamos mais fazer o piquenique. Na hora, eu fiquei decepcionada, mas durou muito pouco, pois, logo em seguida, ele me deu uma ótima notícia: a empresa onde ele trabalha presenteou os funcionários com dois ingressos para uma pista de patinação no gelo indoor, que fica naquele shopping aqui pertinho. E os ingressos são válidos apenas para hoje. Isso significa que poderemos ir patinar no gelo juntas e aproveitar o nosso feriado!

De repente, ficou um silêncio no outro lado da linha, que foi quebrado por um grito de vitória:

— Iupi!!!! Obrigada, meu Deus querido, por todo cuidado que você tem comigo! Obrigada, Duda, por ser essa amiga incrível, que está sempre ao meu lado me encorajando e me ensinando a Palavra de Deus!

Bia começou a chorar novamente, mas dessa vez emocionada de alegria, pois um dos seus sonhos era aprender a patinar no gelo.

O que você aprendeu com a história de Duda e Bia?

Depois dessa emocionante história, você ainda acha que devemos esperar as coisas acontecerem para, então, decidir se iremos nos alegrar ou não com o nosso dia?

A conclusão a que chegamos é que devemos nos comportar conforme Deus nos ensina em sua Palavra. Se ele diz que devemos nos alegrar e festejar a cada novo dia, assim nós devemos fazer!

Agir dessa forma já logo cedinho de manhã dá o tom do nosso dia inteiro. Independentemente do que acontecer, estaremos alegres no Senhor!

Então, não dê bobeira e faça como Bia e Duda: ao acordar, cante a canção que a mãe de Duda a ensinou!

Vamos orar?

Deus amado, te agradeço muito por me ensinar que devo me alegrar e festejar a cada novo dia. Não importa o que aconteça, eu decido que o meu dia todo será bom e alegre porque você quer que seja assim. Em nome de Jesus, amém.

Este devocional é uma das ações do ministério infantil da Academia da Fé

Texto: Paula López – Ilustração: Jociane Cavalli @jocianecavalli.art

Deixe um comentário