Antes do mundo existir, Deus já tinha planos para nós

Pois foi Deus quem nos fez o que somos agora; em nossa união com Cristo Jesus, ele nos criou para que fizéssemos as boas obras que ele já havia preparado para nós.”
Efésios 2:10

Você sabia que, antes do mundo ser criado, Deus já tinha planos para você? Isso mesmo! Pode parecer impossível isso acontecer, afinal, o mundo já existe há milhares de anos e tem muita gente espalhada por aí, mas é verdade!

Deus tem tanto poder, que Ele conhece todo mundo que já nasceu e que ainda vai nascer, sabia? E não é só isso: ele tem planos maravilhosos para cada um de nós.

Na Bíblia, existiu criança que é um ótimo exemplo para aprendermos mais sobre como Deus pensa em tudo, tudinho mesmo!

Esse bebê tinha tudo para não sobreviver, mas Deus já sabia o quanto ele seria importante para uma certa missão ser cumprida quando ele se tornasse um adulto, por isso, sua vida foi preservada.

Vamos conhecer essa história?

Deus planejou que Moisés fosse o libertador, e isso aconteceu porque ele obedeceu!

Referência bíblica: Êxodo 1-3

Faraó era o rei do Egito e um homem muito mau. Ele odiava o povo de Deus, que era muito maltratado e escravo no seu país.

Em uma determinada época, ele percebeu que o povo hebreu estava crescendo muito e teve medo que todos eles se unissem e se voltassem contra os que egípcios.

Por isso, ele deu uma ordem assim:

— Aumente o trabalho desse pessoal e matem todos os meninos hebreus que nascerem, jogando-os no Rio Nilo. Assim, vão morrer afogados e o povo de Deus vai parar de crescer.

Foi um período de muito desespero!

Uma mulher, chamada Joquebede, estava grávida e deu à luz um filho menino, que recebeu o nome de Moisés. Sabendo da ameaça do Faraó, escondeu seu bebê por três meses, mas era impossível continuar mantendo seu filho preso em casa sem fazer nenhum barulho, afinal, bebês choram, não é mesmo? Quando ele chorasse, os egípcios ouviriam e mandariam jogá-lo a força no rio.

O que fazer, então?

Foi aí que ela teve uma ideia inspirada por Deus. Ele teria que ser forte e corajosa, pois precisaria se separar do seu filho confiando que Deus cuidaria dele.

Na tentativa de salvá-lo, ela decidiu colocá-lo num cesto bem reforçado e deixá-lo na beira do rio. Miriã, a irmã de Moisés, já era crescida e ficou observando escondida o que ia acontecer com ele.

Bem naquele momento, a filha de Faraó tinha ido tomar banho neste rio. Ela viu o cesto e mandou que suas empregadas o pegassem e o levassem até ela.

Quando a filha de Faraó (que era uma princesa) pegou o cesto, reconheceu que o menino era hebreu e teve compaixão. Ela disse com muito carinho:

— Que bebê mais lindo e fofo! E coitadinho por ficar sozinho assim! Não posso deixá-lo abandonado aqui.

A irmã de Moisés observava tudo de longe e foi muito esperta. Ela foi até a filha de Faraó e não comentou que Moisés era seu irmão. Ela disse:

— Olá, tudo bem com você? Eu percebi que você está com um bebê muito pequeno. Acho que ele está com fome… Já sei! Você quer que eu chame uma moça que eu conheço para que ela dê de mamar ao bebê?

A princesa concordou. Mal sabia ela que Miriã tinha ido chamar a própria mãe de Moisés, só que ela não podia nem desconfiar disso, não é?

Joquebede foi até o local onde estava a princesa, e a filha de Faraó disse assim:

— Olha, eu encontrei esse bebê aqui na beira do rio. Já que você tem leite e pode amamentá-lo, peço que você leve esse menino e cuide dele para mim até ele ficar um menino maior. Eu te pago um salário para isso.

Joquebede nem conseguia acreditar! Além de salvar a vida do filho, ela ainda ia ficar pertinho dele! Deus sabe como fazer as coisas, e tudo isso porque ele tinha um plano para Moisés!

Os anos se passaram, Moisés cresceu e foi devolvido ao palácio, onde passou a conviver com Faraó, a princesa e os outros nobres.

Moisés cresceu como se fosse um egípcio, com todo conforto. Ele era como um filho para a filha de Faraó.

No entanto, ao ver o povo hebreu sendo maltratado, porque eram escravos, ficou muito incomodado. Um dia, quando um hebreu era espancado, acabou matando um soldado egípcio para defender esse homem que apanhava. 

Com isso, ele teve que fugir para uma cidade chamada Midiã para que não fosse descoberto, e foi nesse lugar que Deus falou com ele pela primeira vez:

— Moisés, eu quero que você volte ao Egito e tire o meu povo de lá.

Moisés ficou espantado e disse:

— Eu, Senhor? Quem sou eu para fazer uma coisa tão grandiosa e difícil assim?

Mas Deus o encorajou e respondeu:

— Não se preocupe, Moisés, porque eu estarei com você o tempo todo. E, além disso, eu vou te dirigir em todas as suas atitudes. Eu vou sempre conversar com você e te dizer o que você deve fazer.

Moisés obedeceu a Deus e se tornou o libertador do povo de Israel! Até hoje, o que ele fez é muito comentado, mas isso é uma história para outro dia…

Viu só como Deus já planejou a nossa vida antes de nascermos? A vida de Moisés foi preservada porque Deus tinha uma missão especial para ele!

O que você aprendeu com a história de Moisés?

A nossa vida nunca aconteceu por um acaso. Ninguém nasceu por engano.

Deus conhece todas as pessoas que existiram, que existem e que ainda vão nascer. E, além disso, ele tem um plano maravilhoso já prontinho para cada uma delas.

Ele nos ama tanto, que planeja algo bom para sermos felizes e para abençoarmos outras pessoas!

Mas você acha que esse plano se cumpre sozinho, sem a nossa participação? Não mesmo, porque Deus não nos obriga a fazer o que ele quer.

Com certeza, Joquebede confiou em Deus e foi dirigida por ele para colocar Moisés naquele cesto. E Moisés também foi obediente quando voltou ao Egito para cumprir sua missão de libertador. Isso quer dizer o plano de Deus só se cumpriu porque eles obedeceram.

O mesmo acontece com a gente!

Deus tem um plano antes da gente nascer, mas precisamos estar dispostos a cumprir o plano dele. Só depende de nós!

Vamos orar?

Pai, eu sei que você tem um plano maravilhoso para minha vida e fico muito feliz por isso! Obrigado porque o Senhor pensou em mim com muito amor. Eu quero e decido seguir o teu plano, porque sei que ele é sempre o melhor. Em nome de Jesus, amém.


Este devocional é uma das ações do ministério infantil da Academia da Fé

Texto: Marisa Victoria @marisavictoria.10 – Ilustrações: Jociane Cavalli @jocianecavalli.art

Deixe um comentário